domingo, 12 de janeiro de 2014

O DINHEIRO NÃO COMPRA O AMOR

I                                               V
muita gente por ai                       o dinheiro não vai pagar
mesmo disposto a trabalhar        o peso de uma solidão  
só pensa em ficar rico                 de uma tristeza grande
para conseguir brilhar                  por causa da ingratidão
fica tão entusiasmado                  como não pode comprar
que até esquece de orar              o mais sincero perdão
acha que tudo nessa vida             a tranquilidade da alma
o dinheiro pode comprar              que conforta o coração
II                                                  VI                
devido trabalhar muito                     o dinheiro não compra a saúde
e só em tarefa pesada                      que precisa no seu caminho
desde o tempo de criança                 nem a paz da humanidade
sem dar uma melhorada                   a amizade do vizinho
se revolta com a vida                      os direitos autorais
fala de boca escancarada                dessa canção de carinho  
que sem o tal do dinheiro                 composta pela ternura      
ninguém nunca vai ter nada             dos mais nobres passarinhos
  III                                               VII
aquele que pensa assim                 pode comprar o crucifixo
ainda poderá sofrer                       a igreja que irradia
talvez esteja enganado                   mas não te dar o sossego
na maneira de proceder                 da fé que você queria
uma proposta bem simples             compra talvez o melhor livro
eu gostaria de fazer                        mas não te dar a sabedoria
que o dinheiro não compra tudo     nem compra a inspiração
como se costuma a dizer                de uma linda poesia
IV                                                 VIII
não compra a paz de espírito          os encantos de um sonho
um sorriso de bondade                   o brilho do sol se pôr
o olhar de uma criança                    o dinheiro compra a luxúria
com toda sinceridade                       a paixão e o pudor
o dinheiro também não compra         os castelos mais bonitos
a verdadeira dignidade                       mas não compra o esplendor
a construção do afeto                         da beleza da essência
que forma a felicidade                         de um verdadeiro amor

Um comentário:

  1. o dinheiro não compra a ternura do sorriso da inocência de uma criança

    ResponderExcluir